sábado, 1 de novembro de 2008

Pai, eles não sabem o que fazem...

A revista Veja que circulou nesta semana publicou conversa do senador americano Ernie Chambers com a jornalista Mariana Amaro. Leia a seguir:

“Acuso Deus de todos os desastres

Os políticos brasileiros não são os únicos que gostam de fazer bizarrices. Ernie Chambers, senador americano de Nebraska, resolveu abrir um processo contra Deus. Perdeu, mas já avisou que vai recorrer.

- De que o senhor acusa Deus?
- De todos os desastres: furacões, tornados, doenças, fome.

- Por que o senhor resolveu processa-lo?
- Havia uma articulação no meu estado para tornar algumas pessoas inimputáveis, e eu quis provar que qualquer pessoa por ser processada.

- Mas Deus é uma pessoa, por acaso?
- Não necessariamente, mas a sua existência está provada, pelo menos nos Estados Unidos.

- Como assim?
- No dólar, o que está escrito? “Em Deus nós confiamos”. No tribunal, jura-se por Deus. Para os EUA, a existência de Deus é incontestável.

- Como se faz para intimar Deus?
- Ele não é onisciente? Então, sabe que está sendo processado. Não é onipresente? Então, estará na corte no dia do julgamento.

- Mas o processo foi arquivado.
- Sim, mas eu vou recorrer.

- Então, o senhor acredita em Deus.
- Na verdade, não. Quem precisa acreditar é a Justiça. Não acredito e, por isso, não tenho medo de ir para o inferno.”


Fiquei pensando, acho que também vou processar Deus por eu não ter nascido sultão do Brunei ou por não ter herdado os olhos azuis do meu avô. Ou será que a culpa é a da minha mãe?

Decidi que o melhor é por o CD do Morrissey para tocar repetidamente “I have forgiven Jesus”.

Aliás, Morrissey é um deus.

2 comentários:

Ciça disse...

Nossa! Hoje a produção foi intensa!

Deborah disse...

Imagine se Deus decidisse processar os Homens por todas as m...que fazemos!!!