quinta-feira, 2 de julho de 2009

Sobre mantos sagrados e camisinhas




Ontem, o Flamengo fez a apresentação oficial da nova versão do manto sagrado. Sai a Nike e entra a Olympikus como fornecedora do material esportivo.

A nova camisa, “coleção 2009/2010”, é horrível. Tão feia que não vai nem ilustrar este texto.

Eu acharia melhor se o Flamengo adotasse essa camisa rubro-negra aí da foto, o novo uniforme do Manchester United. Achei que ficou bonito pacas. Mas como torcedor nunca está satisfeito seja aqui ou na Inglaterra, a turma de lá criticou dizendo que o uniforme parecia mais de rugby do que de futebol. São uns conservadores. Não adiantou nem o clube justificar que o “V” em preto indica “vitória”. É, a justificativa foi ruim mesmo.

Tem uma coisa que eu não entendi. A AIG não foi uma das seguradoras que foi tragada pela crise econômica mundial no ano passado? Como é que ainda tem recursos para patrocinar o esporte?

A camisa do Manchester ficaria muito mais bonita sem a logo do patrocinador, seja qual for. A do Mengão, por exemplo, ficou linda nesses últimos meses, já sem as marcas da Petrobras, da Lubrax e da Podium. Bateu uma nostalgia dos velhos tempos (uns 20 anos atrás), em que os times não dependiam da receita dos patrocinadores e as camisas eram imaculadas. O uniforme do Corinthians, por exemplo, está ficando parecido com uma macacão de piloto de Fórmula 1. Tem até a marca do desodorante Avanço embaixo do braço!

Eu preferia não ver Samsung X Batavo, Unimed X Liquigas, Unicef X Bwin, Pirelli X Carlsberg, Fly Emirates X Telefônica etc etc etc


ps.: O Globo fez uma enquete online e 62% dos torcedores reprovaram o novo uniforme. E, desses, 36% disseram que é a camisa mais feia dos últimos tempos.

ps 2: Mas a opinião da torcida não importa, né? O Flamengo fez uma pesquisa para saber qual o número da camisa que o Adriano deveria usar. A galera escolheu a 9. Mas ele não gostou. Daí, vai usar a 9 só por três jogos e depois vai herdar a 10. Eu acho que depois do Zico, ninguém deveria mais usar a 10. Muito menos o tal Imperador...

Um comentário:

hernani.m disse...

O contrato da AIG com o ManU prevê uma multa pela recisão do contrato. Então, já que têm que pagar de qualquer jeito, melhor que seja em prestações mensais até o final do contrato do que de uma só vez, né?

Saudações celestes, rumo ao tri-campeonato da Libertadores!

Hernani