segunda-feira, 5 de julho de 2010

Eclipse inofensivo

                                 

Torci o tornozelo jogando futebol e meu pé esquerdo abriu 90 graus. Ou seja, quase virei Curupira. Com a perna imobilizada, não dá para ficar saracoteando por aí. No cinema do shopping perto de casa as opções eram Eclipse ou Toy Story. Optamos pelo primeiro e a história do tornozelo é só meia desculpa. Afinal, já tínhamos assistido ao Lua Nova. Então, por que não ver o terceiro filme da saga?

Antes da sessão começar um bando de adolescentes histéricas fazia a maior zona no cinema, aguardando frenéticas o galã que é vampiro e/ou o galã que é lobisomem. Diante da algazarra infanto-juvenil, minha mulher lembrou bem porque decidimos não ter filhos. Aliás, filhos e peidos só os nossos. Aguentar os dos outros não dá.

Enfim, o filme. E uma frase do galã vampiro resume bem o incômodo masculino durante a sessão. Referindo-se ao menino lobo saradão, o branquela sanguessuga diz: “Ele não tem uma camisa?”. É o que o cara está sempre exibindo o tanquinho. Visão do inferno.

Então, o filme inteiro é aquela competição para ver quem fica com a menina. O lance é a polarização entre o amor romântico (do vampiro) e o amor carnal (do lobisomem). O primeiro é compromisso, proteção, amor eterno. No entanto, é frio e assexuado. Com o outro é o oposto: há desejo, há calor, mas ela resiste a assumir o que sente, embora não queira perdê-lo. Dilema mais teen impossível.

Se fosse pela manifestação ruidosa da platéia, a parada estaria ganha para o lobisomem. Com ele em cena, o frisson é maior. Inclusive entre as mulheres que já passaram da adolescência há muito tempo.

Entre vampiros e lobisomens, salvou-se o Saci Pererê que vos digita estas mal traçadas. É porque o Eclipse é inofensivo. Mera diversão de sessão da tarde.

5 comentários:

Mirelle Siqueira disse...

leandrom tirando o saci, eu nao tenho ideia do que vc escreveu sobre.

lua nova, lobisomem, crepusculo???????? me salva! to ficando velha....

Deborah disse...

Faço parte do grupo de adolescentes que torce pelo lobisomem saradão!

E que graça tem a imortalidade? Ela tira todo o sentido da vida...

Denise disse...

Vc deveria ter ido ver Toy Store 3. É muito bom... para adultos e crianças.

Mel disse...

Meu caro, adorei seu blog - música do acdc e eclipse, crepúsculo e o lobisomem tanquinho que arranca suspiros e gritos de todas as mulheres que se permitem... Eu estou meio atrasada, mas não resisti e deixei Freud de lado (trabalho) prá ler crepúsculo. Tô até suspirando... (Ah, Toy Story 3 tbem é bonitinho, mas nao tem tem o frisson impagável da platéia - quem nem ir ao maracanã, não é legal?)

Leandro Wirz disse...

Mel, bem vinda ao mar, e volte sempre. Embora eu não acredite que o blog cause o tal efeito suspirante...