quarta-feira, 17 de fevereiro de 2010

Mulatas quentes, louras geladas

Enciumada, ao vê-lo absolutamente embevecido com o rebolado mágico da passista mulata de biquíni enfiado no bumbum magnífico, ela o cutucou.

- Ué, mas você não vive dizendo que gosta mesmo é de louras?

Didático e deselegante, como a pergunta requeria, ele retrucou:

- Não é porque eu prefiro Brahma, que não bebo Skol. Prefiro a que estiver mais gelada.

A chapa ficou quente.

Um comentário:

omenaluis disse...

Não há nada como a clareza e racionalidade do pensamento masculino. Simples assim.