sexta-feira, 13 de agosto de 2010

Adiós, palomas

Li no Pelo Mundo, o blog dos correspondentes da Folha de S.Paulo, que “a Prefeitura de Barcelona contratou a morte de mais 64.700 pombas até o final do próximo ano. As aves são mortas asfixiadas por dióxido de carbono depois de serem capturadas por uma empresa especializada, com redes.


Um levantamento indicou que havia até 6.500 pombas por quilômetro quadrado em Barcelona, número considerado muito acima do recomendado por especialistas em questões sanitárias.

Funcionários da prefeitura criticam o hábito de alimentar as pombas na rua. Mas o método que escolheram para matar as aves é criticado por ambientalistas.”

O texto foi escrito por Roberto Dias e cerca de 10 horas após sua publicação havia 31 comentários, a maioria contrária ao extermínio dos pombos. Quer saber o que eu acho? Sou a favor, claro. Já escrevi aqui no Mar de Coisa duas vezes pró-columbicídio. E você, o que pensa?

Fonte: http://pelomundo.folha.blog.uol.com.br/arch2010-08-08_2010-08-14.html

2 comentários:

vicbrum disse...

Matem todos!

Maria Tereza disse...

Acho que as pombas tb. devem morrer, mas condeno veemente qq. forma tosca de matança. Acho que a prevenção é o melhor caminho e educar a população a não alimentar, fazer campanhas educativas e explicando que pombas não são andorinhas. Bjs.