domingo, 19 de setembro de 2010

Desbloqueando

Recebi propaganda eletrônica para participar da Bloqueata, que é uma manifestação em favor da liberdade criativa e da espontaneidade do Carnaval de Rua do Rio de Janeiro. Óbvio que não vou.


Na tarde deste domingo, diversos blocos de rua se concentram na Praça XV para o Bailão Pró Carnavalesco da Cidade. Os (des)organizadores afirmam: “a gente não quer promover bagunça, mas o excesso de normatização pode acabar com a espontaneidade dos blocos de carnaval do Rio de Janeiro. Queremos cair na folia com o povo no meio da rua, cantar hinos e marchinhas a plenos pulmões, criar nossos roteiros ao sabor do acaso e da vontade dos participantes, estimular o livre dançar e aproveitar a melhor época do ano na cidade do Rio”

Democraticamente, sinta-se à vontade para ler o Manifesto Momesco:

http://desligadosblocos.blogspot.com/2010/09/manifesto-momesco.html

Democraticamente, eu me sinto à vontade para ser contra. Vocês sabem, eu sou um sujeito antipático, rabugento, anti-social e odeio a zona que os blocos impõem como se todos na cidade tivessem que se submeter ao caos que o Carnaval traz. Os blocos de rua pleiteiam o seu livre direito de ir e vir, cerceando o mesmo direito daqueles que não estão a fim de se enturmar. Eu quero saber quando e onde será a folia para poder ir em direção oposta. Já que sou o incomodado, eu que me mude.

Sou a favor da máxima normatização dos blocos para que a sua festa seja ótima. Inclusive para os que não querem participar dela.

Sim, a praça é do povo. E eu sou tão povo quanto você, folião. Não quero bloquear o bloco, mas não quero que sua marchinha me bloqueie.

3 comentários:

Mirelle Siqueira disse...

E viva a democracia! O problema é que as pessoas nunca sabem quando começa o espaço do proximo né? sou de acordo com vc, em tudo. hahahaha, adoro sua visão azedinha das coisas!

K∂riиє* Smith. disse...

Pois eh, eu ficaria na minha tambem.

Leandro Wirz disse...

Azedo? Eu?! Mirelle, eu sou ácido com açúcar.