sexta-feira, 25 de junho de 2010

Eu quero 2 a 1


Zero a zero é a cara desse time do Brasil. Apenas três chances criadas em todo o jogo. No lugar do Kaká, entrou o Nulo Baptista, que não atrapalhou ninguém, nem os portugueses. E assim, o melhor da partida, foi a soneca por ele induzida.


O jogo da seleção foi tão chato que me lembrou aquela música do Djavan, “...insiste em 0 a 0, eu quero 1 a 1...”

E quero dizer que, na suposta briga entre o Dunga e a Rede Globo que os boatos atribuem a uma tal entrevista exclusiva que ele teria se recusado a conceder à Fátima Bernardes, eu torço pelo empate. Mas que não seja zero a zero.

No mundinho fashion, azul é uma cor démodé. Les Bleus e Azzurra, que decidiram a última Copa, foram eliminados logo na primeira fase. Assim como os Bafana Bafana anfitriões que vestem as mesmas cores dos Banana Banana do Dunga.

Pena que minha boca continua maldita e a Dinamarca, com sua selecionadíssima torcida, também volta para casa cedo demais. Tudo bem, a fila anda, e, pelo menos durante as oitavas, eu vou estar no meio da torcida da Eslováquia. As duas aí da foto são minhas mais novas melhores amigas. Mas eu nem sei os seus nomes.

3 comentários:

Mirelle Siqueira disse...

Sua mulher lê seu blog leandro??? hehehe

Leandro Wirz disse...

kkkkk, ela lê, sim, Mirelle. Mas quem escreve o blog é o cronista Leandro Wirz e não o Leandro, marido da Tereza.
Um dos baratos do ofício de escrever é podermos ser absolutamente livres.

Mirelle Siqueira disse...

Claro claro. Os melhores cronistas geralmente sao casados com as melhores esposas/maridos.